loader image

Nossas
Novidades

Como montar sua própria marca

Por Define Design

A ideia do negócio está bem estabelecida e tudo está preparado para iniciar as operações da empresa. Mas falta algo muito importante: uma marca. Algo que represente todo o entusiasmo dos empreendedores e da companhia que está pronta para encantar os clientes.

A solução é montar a sua própria marca. Seguindo os passos abaixo, você consegue criar a marca do seu negócio e agregar muito valor a ele.

Entenda seu público-alvo

Quando falamos em marca, sempre pense em pessoas. São elas que, no fim das contas, compram a ideia da marca, sentem orgulho de carregá-la consigo e consomem produtos e serviços associados a elas. Então, crie-a direcionando-a aos desejos e às necessidades do seu público-alvo.

Uma boa estratégia é desenvolver uma persona, que é o perfil do consumidor ideal do seu produto. Com a persona, você estabelecerá gostos, comportamentos, hábitos, estilo de vida e dados demográficos das pessoas com quem sua marca irá conversar. Assim, o processo criativo fica inserido no universo do público-alvo, facilitando na criação geral da marca.

Batize a sua marca

É pelo nome que a sua marca ficará conhecida e pela qual as pessoas chamarão o seu produto. É um dos fundamentos da identidade, portanto precisa ser muito bem escolhido. Esse processo pode ser um pouco difícil. Mas é importante investir tempo e avaliar o máximo de opções possível.

A dica aqui é não se preocupar se as pessoas vão reconhecer o nome. Isso é construído com o tempo. Ou você acharia que Google é um nome natural e de fácil aceitação. Foi a empresa que o fez soar assim, com sua proposta de inovação e identidade bem definida. Não pare até encontrar um nome forte, único e que representem bem o seu negócio.

Crie a identidade visual

Aqui começamos a falar da marca como ela é mais comumente reconhecida: como logotipo. Esta é apenas a representação visual do negócio. O logo carrega identidade, reconhecimento e todo o padrão visual que foi criado para o negócio.

O ideal é contar com um designer para criar o manual de maca, com seus elementos e aplicação do logotipo nas mais diversas situações. No manual, também são definidas fontes e cores. Tudo isso serve para carregar, de forma controlada, a imagem de sua empresa e, claro, tudo o que ela sugere para as pessoas.

Conte uma história

Você já deve ter ouvido que Steve Jobs criou o primeiro computador pessoal na garagem de casa e conseguiu revolucionar o mundo com seu produto. A Apple, sinônimo de inovação, carrega consigo essa história, que a representa em valores como inventividade, revolução e tecnologia.

O nome dessa técnica de comunicação é Storytelling e tem tudo a ver com marcas. Crie a história da sua marca, com muita verdade e identidade, para as pessoas associarem ela a valores positivos, que são requeridos no mundo dos negócios e estimados pela sociedade. Marca, no fim das contas, é como as pessoas a percebem. E contar histórias pode ser uma boa forma de ajuda-las a entender a sua.

Mostre sua marca a todo mundo

Você não teve todo o trabalho de criação da sua marca para guardá-la para si. É hora de investir na divulgação para torná-la conhecida, associá-la a valores positivos e criar a identidade do seu negócio. Você deve contar a história dela no máximo de mídias possível e fazê-la aparecer em diversos locais.

Aplique-a em brindes, chaveiros, etiquetas, painéis, materiais promocionais. Há uma infinidade de meios em que ela pode circular para se fazer conhecida e reconhecida. É um dos investimentos que trazem mais retorno de marca e, claro, de negócios.

Agora que você já sabe o passo a passo para a criação de sua marca, inicie agora mesmo o desenvolvimento dela e faça a sua empresa ser reconhecida para prosperar.

Siga a Define nas redes sociais.